Ivy Aiach é Nutricionista a mais de 5 anos, alimentação saudável é a praia dela.   

TAPIOCA, PORQUE TE QUERO!!

Saiba porque incluir esse delicioso alimento no seu dia a dia.

Publicado em 16 | por Ivy Aiach

Tapioca (Foto: Revista Viva Saúde)

A tapioca é um alimento feito com a fécula da mandioca, substância farinácea fina extraída de raízes tuberculosas, que dá origem ao polvilho doce (goma de mandioca).

Uma porção de 50 gramas tem aproximadamente 70 calorias, conta com a presença de vitaminas do complexo B, cálcio, ferro e baixo teor de sódio.

Por não ter glúten, pode ser consumida por pessoas com doença celíaca.

RAZÕES PARA INCLUIR ESSE SUPER ALIMENTO NO SEU DIA-A-DIA

PráticaBasta aquecer a frigideira, sem untar, jogar a mistura já pronta e quando aquecida, já está pronta.

Versátil – Adepta a diversos tipos de recheios e sabores, fechado ou aberta.

Substitui o pãoFonte de carboidratos, e sem glúten, pode ser consumida no café da manhã, como pré treino, em refeições intermediárias e até no jantar. Basta escolher o recheio mais adequado ao seu plano alimentar e necessidades nutricionais.

Tem pouca caloria50g de tapioca tem aproximadamente metade das calorias que de duas fatias de pão.

Alternativa de refeição pré-treino e pós-treinoSua digestão ocorre de forma mais rápida, fornece energias mais rapidamente para o corpo.

Baixo teor de sódioTem teor sódio do que alimentos industrializados, como pães, biscoitos, etc.

Livre de gorduras e açúcar - Sua preparação é feita a partir de farinha e água, portanto, não possui, açúcar e nem gorduras.

Incremente a sua tapioca adicionando recheios como frutas, legumes, verduras, proteínas como frango, carne bovina, atum, ovos, whey protein; e gorduras do bem como pasta de amendoim integral, nozes, castanhas, amêndoas.

Por Ivy Aiach

Distúrbios causados pela falta de ferro

Publicado em 08 | por Ivy Aiach

O ferro é fundamental para a oxigenação das células, transformação do alimento em energia, além de garantir um bom desempenho no treino, portanto, não deixe esse mineral fora do seu cardápio. Dentro os distúrbios causados pela falta de Ferro, podemos incluir Anemia Ferropriva, diminuição de funções cognitivas e psicomotora, dor de cabeça, diminuição da função dos leucócitos, unhas quebradiças, cansaço, dificuldade para praticar atividade física, entre outros.

E o que leva a diminuição de Ferro no organismo?

A falta de ferro no sangue pode estar relacionada à má alimentação, isto é, uma alimentação pobre em ferro, ou pela perda de grandes quantidades de sangue, seja através de uma hemorragia ou através da perda de grandes quantidades de sangue durante a menstruação, como ocorre nas mulheres que possuem um mioma, por exemplo.

O ferro na alimentação, por mais adequada que esteja, não consegue corrigir definitivamente a deficiência desse mineral no nosso organismo. No entanto, uma boa alimentação pode auxiliar a manter os níveis de ferro mais adequados no nosso corpo, explica Dr. Eric Slywitch.

O que muitas pessoas não sabem é que podemos encontrar esse mineral em diversos alimentos, e não apenas nas carnes. O ferro está presente em algumas sementes, como a de abóbora, gergelim, linhaça, nos feijões, nos cereais como aveia, trigo e cevada, na castanha de caju, tahine, até nas verduras, como o agrião, couve e mostarda.

Para saberem mais sobre esse mineral de extrema importante, continuem nos acompanhando...

Por Ivy Aiach

11 DICAS PARA UMA LANCHEIRA SAUDÁVEL

Publicado em 01 | por Ivy Aiach

Com a volta às aulas, é hora de pensar também na alimentação das crianças na escola. Com a correria do dia-a-dia e com as diversas opções de lanches prontos, muitos pais acabam optando por alimentos ricos em gorduras saturadas, sódio, açúcar, conservantes químicos e pobres em vitaminas e minerais. Para ajudar vocês na montagem da lancheira, dou dicas importantes. 

1. Pergunte a criança o que ela gostaria de comer no horário do lanche e dê a ela opções saudáveis para escolha.

2. Variar as opções é a melhor alternativa para que eles não enjoem.

3. Dê prioridade às opções que agradem o paladar da criança, aumentando assim as chances de aceitação.

4. Diversifique o tipo do pão (bisnaguinha, pão de forma, pão sírio, pão francês integral) e também o recheio – creme de ricota, frango desfiado, queijo branco, vegetais ralados, geleia caseiras e até mel.

5. Troque o refrigerante da lancheira por sucos naturais, bebida à base de soja ou iogurte. ATENÇÃO à tabela nutricional, escolha sempre a opção com menos açúcar.

6. Evite colocar produtos prontos como bolinhos ou bolachas recheadas, além de apresentarem grande quantidade de açúcar, podem conter gordura trans. Nada é proibido, o ideal é só não incluir doces e produtos industrializados com frequência, eles devem aparecer de maneira esporádica e em tamanhos pequenos, como bombons ou barrinhas pequenas.

7. Substitua o famoso salgadinho por sanduíches caseiros ou salgados assados.

8. Elaborar uma refeição saudável é muito importante porque ajuda na concentração e desenvolvimento da memória.

9. Mande sempre uma garrafinha de água, para eles não se esquecerem de se hidratar.

10. O ideal é uma lancheira com até 300 calorias e para isso é importante saber ler um rótulo.

11. Procure balancear os alimentos fornecendo fonte de carboidratos, fonte de proteínas e fontes de vitaminas e minerais. Os carboidratos são os pães, biscoitos, farinhas, proteínas são os leites e derivados além das carnes, vitaminas e mineiras podemos conseguir através das frutas, verduras e legumes.

Exemplos de lancheira saudável:

Sugestão de cardápio saudável sem restrições:
- Pão de forma integral com creme de ricota e cenoura ralada
- Limonada ou suco de caixinha (leia o rótulo)
- Um pêssego

OU

- Bolo de banana e aveia (de preferência caseiro)

- Leite fermentado

- Maçã

Sugestões de cardápio para crianças com intolerância à lactose:
- Bebida à base de soja sabor à escolha
- Banana
- Tomate cereja e cenourinhas baby ou ainda pão de forma com mel

Sugestão de cardápio para crianças com intolerância ao glúten:
- Pão de batata ou tapioca com geléia de morango
- Uvas
- Suco de melancia

Importante! Dê preferência às lancheiras térmicas, mas caso isso não seja possível, existe uns quadrados térmicos que você pode colocar no freezer e ao congelar deixar na lancheira de seu filho para manter os alimentos fresquinhos e se for possível, peça para a escolha deixar os alimentos na geladeira.

Por Ivy Aiach

Wrap Verde

Publicado em 23 | por Ivy Aiach

INGREDIENTES:
• 6 colheres de sopa de quinua em grão cozida
• 1 manga, descascada e cortada em tiras finas
• ½ pepino com casca, cortado em fatias finas
• 1 abacate médio, cortado em tiras
• 24 folhas de hortelã
• 4 folhas grandes de couve, sem os talos
• ½ cebola roxa refogada

Molho:
• 2 colheres de sopa de creme de coco.
• 2 colheres de sopa de manteiga de amêndoa.
• suco de 1 limão.
• 1 colher de sopa de gengibre fresco ralado.
• 1 dente de alho esmagado.
• 1 colher de sopa de vinagre de vinho branco.
• 1 colher de chá de azeite.
• 1/8 colher de chá de sal.
• 1 pimenta-vermelha picada em pedaços muito finos.

MODO PREPARO:
Para os wraps:
Prepare previamente os vários ingredientes a incluir nos wraps e distribua-os em partes iguais por 4 folhas de couve grandes.
Dobre a borda inferior da couve sobre o recheio, seguido por ambos os lados, em seguida, role a couve da forma mais firme que conseguir, até chegar ao final da couve.
Mantenha e prenda a folha no local com palitos e corte pela metade com um ligeiro ângulo.

Para o molho:
Coloque todos os ingredientes em um liquidificador ou processador de alimentos pequeno e misture até ficar bem homogêneo e misturado.
Divida entre duas taças pequenas e sirva com os wraps.

Por Ivy Aiach